Ponteiro dos segundos

Tenho a perseguir-me o medo de deixar o tempo passar por mim.
De perder oportunidades que não voltarão a mim e que não voltarei a ter a possibilidade de recusar.
Voltei ao antes, mas o tempo não está parado.
Quero agarrar o ponteiro dos segundos e poder continuar a andar.

E se existiram cenas que quero refazer?
E se não puder sentir a tua mão outra vez?

Advertisements

Horas

Sei que não seria à primeira que iria encontrar.Imagem
Mas senti-a tão perto.
Virei a rotina do avesso para fazer acontecer e quando terminou, vi que não era isto.

Vou aproveitar o teu corpo, enquanto calas as tuas palavras sem Q.I.

O teu peito sabe a certo, mas os teus olhos de água parecem vazios quando nos encontramos a meio caminho.
Percebi que não eras os outros, mas ainda não te vi a ti.

Estarei a gastar as minhas horas?