“Perdeste-te a olhar para ti?”

Há coisas que ficam,
outras não,
outras também,
outras talvez,
outras quem sabe..
Somos loucas!
“Perdeste-te a olhar para ti?”
Entrelaçamos palavras sem jeito.
Palavras da tua boca..
Das tuas mãos..
Foi isso que fizeste, não foi?!
Conversaste comigo, de forma que ninguém visse..
Fingiste.
Fingimos.
Louca!
Ou será que ambas o fomos?!
Advertisements